MARE - MINISTÉRIO DA REFORMA DO ESTADO

  • 11-1992-capa-a-crise-do-estado
  • 05-2010-capa-globalixacion-y-competencia
  • 12-1982-capa-a-sociedade-estatal-e-a-tecnoburocracia
  • 17-2004-capa-em-busca-do-novo
  • 05-2009-capa-globalizacao-e-competicao
  • 15-1968-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1967
  • 02-2021-capa-a-construcao-politica-e-economica-do-brasil
  • 10-1998-capa-reforma-do-estado-para-a-cidadania
  • 05-2010-capa-globalization-and-competition
  • 06-2009-capa-construindo-o-estado-republicano
  • 04-2016-capa-macroeconomia-desenvolvimentista
  • 01-2021
  • 16-2015-capa-a-teoria-economica-na-obra-de-bresser-pereira-3
  • 03-2018-capa-em-busca-de-desenvolvimento-perdido
  • 07-2004-capa-democracy-and-public-management-reform
  • 09-1993-capa-reformas-economicas-em-democracias-novas
  • 01-2021-capa-new-developmentalism
  • 05-2009-capa-mondialisation-et-competition
  • 09-1993-capa-economic-reforms-in-new-democracies
  • 08-1984-capa-desenvolvimento-e-crise-no-brasil-1930-1983
  • 13-1988-capa-lucro-acumulacao-e-crise-2a-edicao
  • 10-1999-capa-reforma-del-estado-para-la-ciudadania
  • 2014-capa-developmental-macroeconomics-new-developmentalism
  • 2006-capa-as-revolucoes-utopicas-dos-anos-60

Fundamentos para uma política de carreiras no contexto da reforma gerencial

Marcelo de Matos Ramos

Revista do Serviço Público, 49(3), setembro 1998: 29-57.

Com o advento da administração gerencial no âmbito do aparelho do Estado, em complementação à administração burocrática, verifica-se certa turbulência na gestão de pessoal na administração pública, decorrente da súbita ausência de fundamentos conceituais sólidos que permitam pensar a administração do capital humano do Estado em um contexto de transformação. Este artigo procura estabelecer as bases para a recuperação destes fundamentos, propondo três critérios de design de carreiras: a estrutura de incentivos, os mecanismos de governança e a gestão do conhecimento. Em seguida, exemplifica-se a utilização destes critérios pela análise de seis temas próprios à discussão sobre carreiras no serviço público: remuneração, seleção, recrutamento e desenvolvimento, mobilidade, promoção, carreiras para agências executivas e controle social da burocracia.