PUBLICIDADE  
 
 
 
HOME WHO IS? / QUEM É? AGENDA LIVROS TRABALHOS DE BRESSER OUTROS AUTORES NOVO DESENVOLVIMENTISMO
BONS FILMES QUE VI BONS ARTIGOS QUE LI AÇÕES / MINISTÉRIOS REFORMA GERENCIAL DO ESTADO FALE CONOSCO
 
  Tipos de trabalhos  
 

Livros
Livros na íntegra
Papers
Pequenos textos, prefácios, etc.
Apresentações / Slides
Artigos de jornal & Entrevistas
Documentos & Relatórios
Cartas
Programas / Syllabus
Vídeos e Áudios

Other Languages

Works in English (except weekly columns)
Weekly Columns
Oeuvres en Français
Trabajos en Español

Temas selecionados

Método científico
História intelectual
Perfis individuais


Teoria Social

Teoria social - papers básicos
Capitalismo e modernidade
Classes e tecnoburocracia
Revolução Capitalista e ...
Revoluções, Revoltas e Movimentos
Globalização
Organização administração
Estatismo e URSS


Teoria Política

Teoria política - papers básicos
Teoria do Estado
Sociedade civil
Republicanismo e direitos de cidadania
Teoria da Democracia
Ciclos do Estado
Populismo político e econômico
Reforma Gerencial do Estado (Teoria)
Reforma Gerencial do Estado de 1995
Nação e nacionalismo
Social democracia e esquerda
Neoliberalismo e globalismo


Economia

Teoria econômica - papers básicos
Crítica da teoria neoclássica
Desenvolvimento e Distribuição
Desenvolvimento econômico
Teoria macroeconômica
Política e Economia
Macroeconomia estruturalista do desenvolvimento
Novo desenvolvimentismo
Câmbio e poupança externa
Câmbio e Doença Holandesa
Câmbio e crescimento
Crises econômico-financeiras
Dívida externa
Investimentos e taxa de lucro
Inflação
Inflação inercial
Comércio e integração


Mundo

Relações internacionais
Economia mundial
Crise global de 2008


Brasil - Sociedade e Política

Interpretações do Brasil
Pactos políticos e coalizões de classes
Democracia: transição e consolidação-BR
História intelectual
Teoria da Dependência
Política Externa - BR
Burocracia pública
Empresários e administradores
Reformas econômicas e políticas
Reforma da universidade


Brasil - Economia

Desenvolvimento econômico - Br
Macroeconomia do Brasil
Política e Teoria econômica - Br
Crise fiscal do Estado
Planos de estabilização
Plano Bresser


Outros Países

América Latina
Argentina
Estados Unidos
Europa


Conjuntura

Br.: Conjuntura Política
Br.: Conjuntura Econômica

Quem é/Who is

A guide to my work
Currículos / CVs / Biografia
Short biographies
Trabalhos autobiográficos
Sobre Bresser-Pereira


Cinema

Críticas de Cinema

Outros autores

Bons artigos que li recentemente
Sobre a Reforma Gerencial
Sobre o Desenvolvimentismo
Cursos
Debate sobre "Crescimento com Estabilidade"

Ações / Ministérios

MARE - Reforma do Estado
Ministério da Fazenda
Plano Bresser
MCT Ministério da Ciência & Tecnologia
Fundação Getulio Vargas, São Paulo

Reforma Gerencial do Estado




Documentos sobre a Reforma

Plano Diretor e Emenda Constitucional
Outras leis e documentos básicos
Leis sobre Organizações Sociais
Cadernos MARE
América Latina: Declaração de Madri (Clad)


Trabalhos sobre a Reforma

Trabalhos de Bresser-Pereira
Bresser-Pereira - Works in English
Trabalhos de Terceiros
Organizações Sociais
Agências Executivas e Reguladoras
Recursos Humanos
Trabalhos sobre Direito Administrativo
Gestão da Saúde
Gestão da Educação
Implementação Nível Federal
Implementação São Paulo
Implementação Minas Gerais
Implementação Outros Estados
Bibliografia da Reforma da Gestão Pública
 
 
 

 

A reforma gerencial do Estado de 1995

Luiz Carlos Bresser-Pereira
Revista de Administração Pública 34(4), July 2000: 55-72. In Moderna Gestão Pública: dos Meios aos Resultados, Lisbon: Edição INA-Instituto Nacional de Administração, 2000: 55-72. Paper presented to the Seminar "Moderna Gestão Pública", sponsored by INA Instituto Nacional de Administração Pública, Lisbon, March 30-31, 2000. Versão reduzida publicada em Cadernos Adenauer II (3) Burocracia e Reforma do Estado, julho 2001: 29-45.


Abstract. The 1995/98 Public Management Reform distinguishes the exclusive activities of the state from social and scientific activities. The state is not supposed to directly execute the later, but contract out public non-state organizations to execute them with public funds. Senior civil servants are supposed to be more autonomous and more accountable to society. Its basic principles, consistent with new public management, were defined in the 1995s Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado, and in the constitutional amendment that came to be called "administrative reform". The amendment and most of the institutions required by the reform had already been approved by 1998. This positive outcome was possible, in spite strong initial rejection, due to the national debate that it entailed - a national debate that ended with large approval among public opinion and senior civil service. Now the reform is being gradually (and loosely) implemented at federal, state, and municipal level.

 

 

 

© Direitos Autorais Bresser-Pereira
São Paulo - SP | ceciliaheise46@gmail.com

 

Desenvolvido pela E-Xis | www.e-xis.com.br