The Political Construction of Brazil

2017. An encompassing analysis of Brazil’s society, economy and politics since the Independence. A national-dependent interpretation. Three historical cycles of the relation state-society: State and Territorial Integration Cycle (1822-1929), Nation and Development Cycle (1930-1977) and Democracy and Social Justice Cycle (1977-2010). Crisis since then. (Book: Lynne Rienner Publishers)

Mais informações

Macroeconomia Desenvolvimentista

2016. With José Luis Oreiro e Nelson Marconi. Our more complete analysis of Developmental Macroeconomics – the central economic theory within New Developmentalism. (book)

Mais informações

Pequenos textos, prefácios, etc.


2018 2017 2016 2015 2014 2013 2012 2011 2010 2009 2008 2007 2006 2005 2004 2003 2002 2001 2000 1998-1999 1996-1997 1994-1995 1992-1993 1990-1991 1988-1989 1984-1987 1981-1983 1971-1980 1962-1970

Documentos 1 a 10 de 10



Atropelar? Por que não? É a nova regra do jogo.

22.12.2016 - The new mayor of São Paulo is increasing the speed limits in the avenues. But to run over the people is more than a trafic rule; is the new and liberal rule of the game in Brazil.



O pacto que não houve

Este capítulo 22 da 3a. edição de A Construção Política do Brasil está sendo disponibilizado para que, aqueles que tem a 1a ou 2a. edição, possam ver as principais modificações introduzidas.



Prefacio a Estado e Sociedade no Brasil

2016. Prefacio do livro sobre a obra de Renato Boschi e Eli Diniz.



Medo e arrogância na vida pública

1999. A política é a arte do bem comum, é a arte da persuasão, é a arte da liderança, e é a arte do compromisso. Em qualquer hipótese, é a arte de tomar decisões em situação de incerteza, tendo em vista a conservação do poder e a realização do bem comum.



A intolerância só nos prejudica

2016. Políticos opositores as reformas sociais criaram um clima de intolerância na política com propósitos egoístas de derrubar um governo democrático com a ajuda de uma parcela da sociedade alheia aos problemas políticos do país e suscetíveis ao discurso do ódio contra grupos sociais historicamente marginalizados.



Prefácio a Desenvolvimento numa Perspectiva Keynesiana

2016. Oreiro writes an excellent summary-analysis of the development macroeconomics models before the New Developmental model to which he is one of the main contributors. (Preface)



Onde foi que erramos? Quando e por que a economia saiu da rota

2016. In the recent past liberals (1990-2002) as well as developmentalists (2003-2014) failed in overcoming the quasi-stagnation that defines the Brazilian economy since 1980. New developmentalism offers a short and a long-term alternative. (Large essay in Folha de S.Paulo)



Aldo Ferrer

8.3.2016



Por que o sistema financeiro tornou-se tão poderoso?

2016. A key source of the power of the financial sector in all countries is the importance that macroeconomic policy assumed in the last 50 years, and the fact that this sector hires at least 80% of the macroeconomists. (Article, Jornal dos Economistas)



Teses para uma teoria histórica do Estado e do estado-nação

2016. 34 thesis on the theory of the state as the fundamental institution (the law and the organization that guarantees it) of the nation-state - the form of sovereign society specific to capitalism, as the classical empire was the form of society proper of the slave societies. (Notes for students)




Fale conosco: ceciliaheise46@gmail.com