Racismo e desigualdade moldam autocracia burguesa no país

Fernandes Antonio Brasil Jr.

Folha de S.Paulo, Ilustríssima, 22.7.2020


No centenário de nascimento do sociólogo, comemorado nesta quarta-feira (22), pesquisador revisita seu legado intelectual, explorando suas reflexões sobre o papel das iniquidades e dos privilégios na sociedade brasileira, e argumenta que levar seu pensamento a sério é urgente em tempos de ascensão autocrática.



Fale conosco: ceciliaheise46@gmail.com