Como ideias fascistas da década de 1930 permanecem vivas na era Bolsonaro

Eduardo Sombini

Folha de S.Paulo, Ilustríssima, 10.7.2020


Em entrevista, autores de livro sobre a história do integralismo, que será lançado na próxima terça-feira (14), discutem a persistência de práticas fascistas na cultura política nacional desde a experiência da Ação Integralista Brasileira nos anos 1930, mas fazem ressalvas a análises que tratam o bolsonarismo como mera continuidade do movimento de Plínio Salgado.



Fale conosco: ceciliaheise46@gmail.com