The Political Construction of Brazil

2017. An encompassing analysis of Brazil’s society, economy and politics since the Independence. A national-dependent interpretation. Three historical cycles of the relation state-society: State and Territorial Integration Cycle (1822-1929), Nation and Development Cycle (1930-1977) and Democracy and Social Justice Cycle (1977-2010). Crisis since then. (Book: Lynne Rienner Publishers)

Mais informações

Macroeconomia Desenvolvimentista

2016. With José Luis Oreiro e Nelson Marconi. Our more complete analysis of Developmental Macroeconomics – the central economic theory within New Developmentalism. (book)

Mais informações

Condenados à vergonha

Luiz Carlos Bresser-Pereira

Nota no Facebook, 3.7.2017

O grupo de políticos que ocupa hoje o Palácio do Planalto envergonha a todos os brasileiros. Ou, pelo menos, a todos que não se transformaram em perfeitos cínicos. E por isso já deveria ter sido apeado do poder por um impeachment. O Procurador Geral da República cumpriu o papel que lhe cabia. Fez a acusação penal. Os liberais brasileiros, porém, não mudaram de posição. Querem que Temer continue no poder para realizar as “reformas salvadoras”. Dizem que pior sem Temer do que com Temer. Na verdade, no caso da reforma trabalhista (considero a reforma da previdência necessária), esse é mais um caso de luta de classe de cima para baixo praticada pelos “nossos” liberais, sempre associados ao neoliberalismo financeiro-rentista mundial.
O povo, por sua vez, que grita “fora Temer” com toda razão, está interessado no impeachment, mas desde que se antecipem as eleições e se eleja o mais breve possível um novo governo. Se for para substituir Temer por alguém eleito indiretamente, o problema da falta de legitimidade do governo não se resolve. Ora, a direita liberal não quer saber de antecipação das eleições, porque teme a eleição de Lula. Ficamos, assim, condenados à vergonha e à falta de um governo digno desse nome.
  


Fale conosco: ceciliaheise46@gmail.com