The Political Construction of Brazil

2017. An encompassing analysis of Brazil’s society, economy and politics since the Independence. A national-dependent interpretation. Three historical cycles of the relation state-society: State and Territorial Integration Cycle (1822-1929), Nation and Development Cycle (1930-1977) and Democracy and Social Justice Cycle (1977-2010). Crisis since then. (Book: Lynne Rienner Publishers)

Mais informações

Macroeconomia Desenvolvimentista

2016. With José Luis Oreiro e Nelson Marconi. Our more complete analysis of Developmental Macroeconomics – the central economic theory within New Developmentalism. (book)

Mais informações

The Dutch disease and its neutralization: a Ricardian approach

Luiz Carlos Bresser-Pereira

Revista de Economia Política 28 (1), 2008: 47-71.


A doença holandesa é uma falha de mercado fundamental que se origina na existência de recursos naturais ou humanos baratos e abundantes que mantêm a taxa de câmbio sobre-apreciada por um tempo indeterminado. Quando um país sofre da doença holandesa ele tem duas taxas de câmbio de "equilíbrio" - a taxa de câmbio de equilíbrio "corrente" que equilibra intertemporalmente a conta-corrente, e a taxa de câmbio de equilíbrio "industrial" que viabiliza outras atividades comercializáveis além das que dão origem à doença que usam tecnologia no estado da arte. É um obstáculo ao crescimento do lado da demanda agregada porque limita as oportunidades de investimento.


Fale conosco: ceciliaheise46@gmail.com